Picture of MadeinWeb

MadeinWeb

Leitura: 5 minutos

 

 

Boa parte das empresas já deram início à corrida do Metaverso, mas este novo mundo é muito diferente da jornada que muitos negócios estão a fazer.

 

Quando muitos ainda falam de transformação digital, foi-nos apresentadauma nova realidade durante a pandemia. Sim, o COVID foi a alavanca perfeita para acelerar em vários anos a chegada do metaverso.

O que vamos explorar neste artigo não é o quão incrível o metaverso é, se veio para ficar ou se vai falhar. O objetivo deste texto é abordar riscos e ações que as empresas precisam de executar para oferecerem uma experiência incrível e, acima de tudo, segura aos seus clientes/utilizadores.

 

Are you Ready?

No mundo da tecnologia fala-se pouco de migração para o ambiente digital. Apesar de inúmeras empresas ainda não terem concluído o processo de transformação digital, a conversa já está um passo (gigante) à frente.

Podemos destacar empresas como a Heineken, que recentemente lançou a cerveja Silver primeiro no Metaverso e só depois no mundo físico, onde podemos sentir o real sabor da bebida. A Gucci criou no Metaverso uma réplica perfeita do seu famoso jardim, oferecendo aos utilizadores uma experiência imersiva no mundo da moda. Ou até mesmo a Nike, que fez um dos seus mais recentes lançamentos também neste ambiente virtual.

 

Por que motivo estas empresas escolheram lançar primeiro no metaverso?

A resposta é relativamente simples: Customer Experience! Já não é surpresa para a grande maioria das pessoas que a melhor maneira de convencer alguém a comprar já não passa por promoções ou táticas de persuasão. 

Hoje em dia, para convencer alguém a comprar o seu produto ou serviço, precisa de elaborar primeiro um plano focado na experiência do cliente que realmente impressione o seu público e que gere um sentimento de pertença incrível.

E se o poder de compra está online e sedento de novas experiências, faz todo o sentido lançar a sua cerveja no metaverso, mesmo sabendo que as pessoas não vão poder saboreá-la.

 

Intersecção entre dois mundos

Muito em breve os negócios vão-se deparar com uma realidade inevitável, em que o mundo físico vai ganhar vida dentro do universo digital. Seja para vender experiências, consumo ou trabalho, as empresas terão que criar os meios para que seus colaboradores possam realizar as suas atividades diárias dentro do metaverso. Também vão precisar de oferecer experiências diferenciadas para que as pessoas comprem os seus produtos ou serviços, mas tudo isso nos leva a uma nova realidade.

 

Ações a realizar para garantir um amanhã “virtual” que todos podemos aproveitar.

Os líderes empresariais precisam de começar a pensar em novas estratégias hoje mesmo, explorando novos produtos e serviços potenciais. Precisam de criar programas de treino para os seus executivos e colaboradores: as novas tecnologias serão os alicerces do seu negócio.

Uma estrutura básica terá que incluir uma Cloud muito robusta e bem organizada, a reconstrução do seu software e aplicações utilizando recursos na nuvem e API´s que facilmente possam ser utilizadas por terceiros.

 

Capacitação e Tecnologias

O passo seguinte para os líderes de hoje e de amanhã é identificar quais são as tecnologias e os profissionais que vão precisar para a construção da sua nova realidade.

As trê principais áreas de foco vão ser tecnologias para WEB3, Metaverso e Blockchain. As empresas vão precisar de talentos em:

  • User Experience Design;
  • Modelagem 3D;
  • Design de jogos;
  • Desenvolvedores experientes nas plataformas em que desejem trabalhar;
  • Blockchain;
  • Integrações entre múltiplos parceiros;

E por fim, os parceiros ideais para realizar a abordagem ao mercado ou Go to Market.

 

A próxima versão do mundo físico

Estamos a um passo de construir uma nova realidade, ainda que não seja claro todo o potencial e novas tecnologias que vão emergir. Mesmo assim, já conhecemos algumas regras básicas que precisam de ser aplicadas e muitas delas surgem do desenvolvimento de software.

Aspetos como a Automação, o Controlo e a Personalização vão estar agora presentes no nosso dia-a-dia e no mundo à nossa volta.

 

A contribuição do 5G e IOT

O futuro no mundo programável é totalmente virado para experiências. Unindo dispositivos IOT (internet of things) com o processamento de dados que o 5G vai permitir, teremos, sem dúvida alguma, um futuro onde a hiper-personalização é a nova rainha do mundo digital.

A internet das coisas não é algo novo, como o leitor já sabe. Porém, o seu desenvolvimento tem acompanhado outras inovações. Com a chegada deste universo digital, finalmente vamos ter a união entre IOT e Digital Experience.

 

Realidade Aumentada

Quando falamos de experiências no metaverso, a Realidade Aumentada é um assunto intrasponível. Hoje já é possível ver objetos na sua sala utilizando o smartphone, assim como estudar e interagir com esses objetos virtuais. Existem alguns projetos no Metaverso, como o Superworld e o Spot Selfie, onde a Realidade Aumentada já é protagonista.

 

O 5G e seu impacto no Metaverso

Com a evolução da internet, chegamos finalmente a um momento histórico: a velocidade de processar dados em 5G.

Que o 5G vai ajudar de múltiplas formas não é novidade: podemos ver os avanços na área da medicina graças a essa tecnologia, que incluem simulações, recolha de dados e até cirurgias apoiadas pelo 5G. Na indústria o impacto também se começa a notar e é formidável.

Com o 5G, o metaverso recebe uma série de benefícios. Teremos a capacidade de unir todos os metaversos num só universo digital, por exemplo. No caso da Realidade Virtual e da Realidade Aumentada, o 5G também tem um peso enorme.

 

Computação Quântica e a evolução das máquinas

Uma nova classe de máquinas está a emergir e desafia as leis conhecidas pela humanidade.

Computadores hiper-avançados e super-computadores vão, sem dúvida, mudar a nossa história. Os desafios enfrentados pelas empresas vão ser superados com muita facilidade por estas novas máquinas que oferecem um poder de processamento nunca antes visto.

 

Cibersegurança e o seu papel no metaverso

Deixei o mais importante para o final, e sim, eu coloco a segurança como o mais importante! Não só pelo óbvio, mas também por que de nada adianta evoluir para este novo universo se isso nos vai deixar vulneráveis.

 

Os seus clientes estão protegidos?

Como já foi mencionado, a segurança está em risco a partir do momento em que dependemos de terceiros e, tendo isso em conta, a sua empresa deve investir fortemente em cibersegurança. A parte boa é que apesar do risco ter aumentado muito, o 5G e os super-computadores vão-nos auxiliar a deixar tudo mais seguro.

Invista em planos de segurança, no processo de construção de suas ferramentas, aplicações e sistemas. Realize testes de intrusão (Pentest) com muita frequência e nunca pare de investir na evolução dos seus sistemas. O que funciona hoje, pode já não funcionar tão bem daqui a 6 meses, e isso também se aplica à segurança.

 

Conversar sobre transformação digital

 

Resumindo e concluindo

O Metaverso já chegou às nossas vidas, está no início, mas sem dúvida que veio para ficar e já é uma indústria bilionária.

A sua empresa não pode ficar de fora deste novo mundo virtual, e uma coisa lhe garanto: os seus competidores não vão ficar.

Invista em profissionais qualificados e aptos para trabalhar com estas novas tecnologias ou contrate um parceiro que consiga dar-lhe todo o apoio que precisa para construir o seu escritório, a sua loja ou até mesmo um parque de diversões no Metaverso. O céu é o limite, como se costuma dizer.

Esteja atento aos dados comportamentais e de consumo gerados pelas suas ferramentas e sistemas. Com essa informação terá meios para criar a experiência perfeita para o seu público-alvo.

O Metaverso é focado em experiências imersivas, e sem dados analíticos não vai saber por onde começar.

 

Segurança + Segurança = clientes satisfeitos

Invista em segurança para garantir que todo o esforço e investimento valeu a pena. Os seus clientes exigem isso e só continuarão a relacionar-se com a sua empresa se sentirem total segurança.

 

Gostou? Já partilhou?

Produzi este conteúdo para o ajudar neste momento tão importante da vida das empresas. Deve ter outras dúvidas na sua cabeça neste momento: isso é normal e eu sei que não abordei todos os tópicos. Envie uma mensagem com as suas dúvidas e eu prometo que vou correr atrás das informações e publicar em breve novos artigos nos nossos canais.

Siga a Made para não perder os nossos conteúdos nas redes sociais e website. Temos muito mais a caminho.

Obrigado.

Compartilhe

O que podemos fazer
pelo seu negócio?